Os produtores agrícolas de Várzea Alegre tiveram alguns meses de não incentivo por parte do Banco do Nordeste em virtude de alguns problemas burocráticos.

Percebendo isso sindicatos e gestão se reuniram e conseguiram liberar os custos de licenças e desburocratizar para que os produtores tivessem acesso à linha de credito.

E segundo o Raimundo Soares da secretaria de politicas da agricultura familiar do Sindicato dos Trabalhadores, deu certo as ações e nos meses de junho, julho e agosto foi injetada uma media de quase 700 mil reais no município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja mais